Micronações & poder

18Nov06

O apontamento do Carlos sobre a teoria comunicativa e as micronações mostra antes de qualquer coisa as limitações dessa linha teórica proposta por Habermas. A crítica – que aliás já virou lugar-comum – à razão comunicativa, à situação ideal de fala e aos códigos da razão prática está precisamente na impossibilidade de se atingir a tal idealidade.

Em uma micronação, a situação ideal de fala não acontece. Há relações de poder atravessando a todo momento a atividade micronacional. Não há relações transversais entre os micronacionalistas. Não me refiro apenas a óbvias posições privilegiadas em termos institucionais. Mas também a tipos mais velados, mas igualmente efetivos, de desigualdade comunicativa: novatos ou antigos, amigo ou desafeto do grupo dominante, maior ou menor proficiência na redação e no português, mais ou menos tempo de acesso etc. São inúmeras variáveis que impõem um permanente realinhamento das posições discursivas, inexistindo situação ideal.

A coerção física, de fato, é a forma menos eficiente de exercício do poder. Primeiro, porque custa muito aplicá-la. Segundo, porque potencializa a resistência. Quanto mais o vivente é marcado pela violência, mais ele se insurge. E maior o apelo para que outros se insurjam com ele. A inexistência de uma violência corporal não significa um mundo mais próximo ideal. Não há relação proporcionalmente direta entre a corporalidade da violência e o controle social. As punições bárbaras aplicadas na época das monarquias absolutas, os suplícios, foram muito menos eficazes e bem-sucedidas do que o regime humanizado “esclarecido”, que disseminou a prisão.

Todavia, à margem da analítica do poder que acaba camuflada e prejudicada pela teoria do agir comunicativo, é possível pensá-la como ética da discussão. Ou seja, como idéia reguladora ou imperativo moral. Não por acaso uma das inspirações mais evidentes do filósofo de Frankfurt seja Kant.



No Responses Yet to “Micronações & poder”

  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: